na curva do Masp mora um poeta.

não dava pra escutar... a cidade.

o silencio vez ou outra toma o peso do vazio - ou será o contrario? perguntou o homem por trás do bigode sujo em fumaça.
...é tudo e nada junto. Dá vontade de existir
outra forma noutro aqui. 
...ou fugir com essa pro alto
do que tenta o bem fingir... eu finjo e fujo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...