PAREDES VAZIAS


UMA GAROTA QUE ME ENTROU PELA JANELA JOGANDO TUDO FORA PONDO TUDO NO LUGAR ALGUM DISTURBIO UM TURBILHÃO E O QUE FICOU FUI EU NA SALA COM A CARA VAZIA O CEU SEMPRE QUE É ROXO ESTÁ EM MEU OLHO RECÉM-NASCIDO A IMAGEM DELA, ASSIM COMO AS TULIPAS... O CHEIRO CHEIO DELA ME TRANSBORDA E ME REALIZO SÓ EM PENSAR NAS COISAS BOAS QUE FICARAM E AINDA ESTÃO - LUMINOSIDADES...


OUTRA, ME VEIO CALMA COMO O SOPRO AO PE DO OUVIDO, DEPOIS MUDOU. MUDOU DE MIM O QUE ERA, E ESPERA... QUE EU MUDE E VOLTE, COMO ANTES.

Um comentário:

Bia disse...

O mesmo Gus,
com algo a mais.
Mais cor, e as cores te gostam tanto...
mais afetos, tu que é tão coração,
mais doçura, vinda do teu sorriso doce,
acrescentam as tuas palavras vibrantes, mais brilho.
Mais brilho nesse espaço de um ser de tanta luz.
Nos rondamos à seculos, e você é sempre assim nas minhas lembranças,
Um ser único.

Gosto-te,
sobremaneira.
Eu e as letrinhas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...